Jovem em situação de rua ganha festa de aniversário de moradores da Praça da Bandeira, Zona Norte do Rio - De Olho na Cidade 24hs

Breaking

De Olho na Cidade 24hs

Notícias de Sobral, Ceará, Brasil e Mundo

test banner

Post Top Ad

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

sábado, 5 de março de 2022

Jovem em situação de rua ganha festa de aniversário de moradores da Praça da Bandeira, Zona Norte do Rio

Aniversário
Fonte: G1


Eduardo, que completou 19 anos na terça-feira (1°), virou amigo vizinhança e nesse aniversário ganhou uma festa. 'Quero ser um lutador da vida', desejou o jovem ao cortar o bolo. 


Para muitos ter uma festa de aniversário pode ser algo comum, mas para Eduardo, jovem que vive em situação de rua na Praça da Bandeira, na Zona Norte do Rio, a celebração dos 19 anos foi um grande acontecimento.

Circulam nas redes sociais as fotos da comemoração na Praça da Bandeira na última terça-feira (1°). A postagem no perfil de Samira Ferreira já tinha mais de 270 mil curtidas e mais de 31 mil compartilhamentos na tarde desta sexta (4).


Festa de aniversário
Fonte: G1

"Eu falei: 'bora fazer uma festa?', aí ele topou, meio desacreditado, mas topou!", disse ela no post.

"Quero ser um lutador da vida", disse ele.



Morador de rua
Fonte: G1


A moradora diz que "ficou o mês inteiro dizendo para ele aparecer na festa", porque segundo ela, de tempos em tempos, o jovem fica sumido por causa de algum trabalho.

Samira conta que Eduardo — ela não sabe seu sobrenome — se tornou um amigo desde que ela foi morar no bairro.

"Me mudei para lá há 1 ano. Desde então via ele na rua, no dia a dia, quando descia para passear com cachorro, para trabalhar, aí começamos a trocar ideia. É um amigo como outros, mas vive na rua. É uma pessoa muito querida pelas redondezas, todo mundo sabe quem é", diz Samira.

Ela conta ainda que Eduardo foi para um abrigo de acolhimento de menores depois que o pai dele morreu, onde ficou dos 14 aos 18 anos.

"Mas quando fez 18 anos, não teve a mesma sorte dos colegas que foram adotados e precisou ir para rua, onde está até hoje. Mas ele sonha em ter uma casa com um trabalho digno. Ele já vive arranjando trabalhos com construção, alguns bicos, está sempre trabalhando, mas nada fixo", diz ela.

Samira afirma que a maior parte das reações ao post foram de pessoas inspiradas a ajudar essa população invisibilizada, em situação de vulnerabilidade.

“Foi uma postagem despretensiosa, tanto que eu postei na minha conta que tinha muito poucos seguidores. Se quisesse maior visibilidade poderia ter postado em outra rede, mas mesmo assim a repercussão foi muito tocante”, diz a produtora de conteúdo.

Com a grande repercussão e comoção pela situação de Eduardo, ela e os amigos resolveram abrir uma vaquinha.

"A ideia é conseguir proporcionar 1 ano de estrutura básica com casa, comida, lazer e assistência psicológica para o Eduardo se sentir capaz de vencer. Propostas de emprego também são super bem-vindas, ele já deixou claro inúmeras vezes sua vontade de trabalhar pra conseguir se estruturar e dar suporte pra sua família", diz o texto para arrecadação.


Veja também: 

Jovem que perdeu visão em acidente doa valor excedente para menino atingido por explosão


Fonte: G1




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here